sábado, 14 de junho de 2008

A bela sopa de osso com aveia...

Diamante Negro! Como eu amava aquelas noites de frio, leite quente e diamante negro. Era na chácara e eu era bem criança. Minha avó andava muito e falava muito. Sempre a noite na volta da padaria (eles tinham uma) me presenteava com um diamante negro.
Eu não me lembro dos pães e doces que eram famosos e são até hoje, - assim ouço das pessoas mais antigas - mas me lembro do chocolate. Talvez seja esse o motivo de me sentir confortável comendo vários.
E o mais estranho é não ter certeza se era diamante negro.

***
Me dá enorme saudades daquela vó que não existe mais naquela forma de mulher independente...
Ela me dá a sensação de pertencer a um universo de mulheres tão fortes, o que me causa um aconchego tal qual o do diamante, e me causa um senso de responsabilidade em ser tão boa nisso quanto elas.
Quando assisti Volver pela primeira vez, percebi tantas cores na singularidade e na força de uma mulher, como se mesmo atitudes avessas ao comportamento "ideal" tão necessário à sociedade se fizesse em tons alaranjados do aconchego.Foi o mesmo olhar que tive ao pensar na minha infância e nas mulheres que passaram por ela, com acontecimentos bem diferentes.
***
Os meus anseios hoje caem na mesmice dos anseios ditados pelas revistas femininas, afinal sou um tanto padronizada também, mas corre em mim outros tantos anseios que não sei se acabariam na primeira barra de chocolate.
Das injustiças do mundo à escolha da melhor educação para o filho, da busca de felicidade e das felicidades pelo caminho.Do equilibrio e da vontade de continuar lutando por tudo aquilo que acredito.
E pelas horinhas de descuido...

6 comentários:

Anônimo disse...

Nossa Lu, quando li senti saudade do que não vivi!...
E acho que é assim quando sentimos falta de algo que não sabemos o que é,a infância sempre volta...e é tão bom sentir de novo na lembrança tudo aquilo bem rapidinho né! rs

Nega

Anônimo disse...

Ai, Lu... Que texto assim mais bonito do mundo. Saudade das suas palavrinhas sempre tão sensíveis. Gostoso lembrar do Volver, pensando no seu olhar, no diamante negro, nas cores, na força...

Tão bonito tudo que foi dito e construído que dá até dó e medo de comentar... Tudo tão bonito, pedaços de memória, de infância, de desejos, de horinhas de descuido que ficam grudadas na gente...

Um beijo bem grande. Escreva quando tiver um tempinho. Seus escritos alegraram meu dia!

Camila

THIAGO PAULO disse...

Muito bonito mesmo....saudades é um sentimento bem complicado...principalmente quando são dos tempos de criança.
Adoro lembrar o que fazia, onde ia, o que gostava quando criança.

Sobre Volver, o filme é lindo, o filme é sobre mulheres...mulheres fortes. Ainda tem aquele universo colorido...adoro as casas usadas no filme, são diferentes!!!


Que bom que atualizou...quando fizer isso dá uma passadinha me avisar!!

abraços...

Juliano Soares disse...

Sempre bom te ler!
Sempre bom...

gota disse...

Lu... belas memórias... bela reflexão.
Saudade d'ocê virtual!!! hehe
Bjos.
Dani.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,